sábado, 21 de fevereiro de 2009

Sindrome do ninho vazio II

Minha querida amiga Re, que eu vou torcer pra ter dez filhotes aí ela vai ver o que é ser mãe não é Dona Rosa?
Brincadeiras à parte o que sei é que será muito difícil pra mim, desde já imaginar que não poderei mais atravessar a rua meia noite ou uma hora da manhã e conversar com meu filho como foi seu dia de trabalho como está sua namorada como anda sua vida financeira ou quando ele atravessa e vem pra minha casa e rouba um pote de requeijão ou quando vem pela manhãzinha e diz "Bom dia mãe" e em seguida "Tchau mãe" e eu sem entender direito grito , filho toma uma cafézinho preto! ele então senta-se e meio que constrangido toma uma bom café da manhã e sei vai para mais um dia de trabalho.
Será infinitamente difícil passar pelo quarto de minha menina que casa em Abril e, não ve-la dormindo tranquila ou quando ela diz "mãe minhas pernas estão coçando, não consigo dormir" como será quando eu não puder passar em seu quarto ela então acende luz e nós conversamos um pouquinho, conto alguma bobagem ela me conta outra ou quando estou muito triste por N motivos o que me vem sempre primeiro à cabeça é ouvir sua voz que tem o dom de acalmar, vocês não tem noção como é gostoso conversar com ela. Sua voz é tão doce e suave!
Será muito difícil eu me mudar e deixar minha fillhota mais nova, mesmo que ela já tenha 24 anos, essa menina felizmente ou infelizmente não sei ,é meu espelho, somos por demais parecidas, sofremos muito por todos que nos rodeiam ela é um poço de generosidade, muito doce e meiga e também muito briguenta, tem um cuidado especial comigo e isso me faz sofrer pois acho que não é trabalho dela. Sou eu que devo me´preocupar com eles embora saiba que está mais que na hora de cortar esse cordão, pois amo-os mais do que a tudo no mundo e meu presente para eles e muito mais obrigação é deixa-los ir. Vocês que são mães sabem do que estou falando, são tantas coisas, muitas parecem bobagens, mas não são, não são mesmo.!

3 comentários:

Rê, Nani ou Regiane disse...

ai Nozinha, 10 nãp arece demais??? rs
Aaaah, eu sei q falo como filha e não como mãe... Sei q para nós - filhos - é um pouco mais fácil msmo!!
Mas vcs mães precisam viver mais a vida de vcs e desencanarem um pouquinho dos marmanjos, hehe!
Amo mto vc. Beijo carinhoso

Graziella disse...

Tia, o que você esta fazendo é muito legal!! cortar o cordao de pouquinho à pouquinho!! Eles sao grandes e fortes, pode ter certeza e tenha uma certza ainda maior, quando eles precisarem de você, eles vêem, nao é verdade ?? eu faço isso!! hehehhehe somos todos filhos e temos , ou tivemos mães!! te amo e seja feliz!! curta você um pouco!!

Izabel disse...

E como sei o que falas, mas tenho truques: 1º procuro não pensar como será o amanha, o como será, senão sofreria 2 vezes ou mais. E voce tem mais recursos que eu, tens teu companheiro, e põe companheiro nisso!, vais mudar de ambiente, casa, quando te sentires com saudades, vá em frente ao mar, olhe e chore, deixe suas lágrimas se misturarem com a agua do mar,e voltaras tão leve, com a grandeza da natureza, que só dirás. Obrigada meu Deus por tudo que me proporcionaste.