terça-feira, 8 de junho de 2010

Coisa de criança

Oie,
Hoje encontrei com meu marido num desses cruzamentos da vida e, aproveitando ele passou para meu carro umas compras que fizera à tarde. Por força s das circunstancias, por motivo de força maior, FUI OBRIGADA a ficar sentada no meu carro por mais o menos uma hora e meia esperando minha filha enquanto ela dava sua sagrada aula de Teatro. Notem bem! não sou neurótica e por esse motivo fiquei lá aguardando a pequerrucha de 25 anos rsrsrsrsr.
Aí, então bateu uma fominha! pensei...pensei..., vi que tinha levado bananas pra ela, ela muito magrela e metida recusou solenemente e, eu muito gorda e metida não quiz comer as bananas. E...bingo! meu marido tinha passado uma sacolinha com alguns potes de requeijão e dois queijos de minas (daqueles frescos), pensei de novo... será que tenho um canivete? não, não tinha, olhei no porta-luvas e encontrei uma tesoura, que não tenho a minima ideia de como fora parar lá; será que eu pretendia? não! claro que não!. Mas não é que a tesoura teve uma utilidade, limpei-a com gel para as mãos, cortei um bom pedaço de queijo e matei minha fome.

Um comentário:

Izabel disse...

De criança e louco todos nos temos um pouco! que bom que a criança arteira e faminta agiu. Chega!!!! de sermos tão certa, por isso sou louca varrida, choro, sorrio, bringo(está certa a palavra) com a Sofia, e assim vou caminhando. Tudo isso com seriedade hehehehe Entendeu??????????? nem eu!!!!!!