terça-feira, 14 de setembro de 2010

Reflexão

Ontem fique sabendo da morte de um jovem por enfarto (no máximo 33 anos) conheço seus pais, convivi algum tempo com eles e, de repente essa noticia. Fique estarrecida, imaginei o desespero de seus Pais, de sua mulher. Mas a morte não é uma questão , é um fato. Fato esse que sem dúvida nenhuma não estamos preparados para encarar, se com outras pessoas já sofremos imagine com um nosso ente querido.
Pensei muito, mal consegui dormir e, lembrei-me de uma frase de William Shakespeare, quando ele diz que "Devemos deixar as pessoas que amamos sempre com palavras amorosas, pois pode ser que seja a última vez que a vejamos".

Um comentário:

Izabel disse...

Te amo sua ogra? não! Bruaca? tb não! Te amo com seus defeitos e qualidades. LINDAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAA