quinta-feira, 4 de abril de 2013

Voar...voar...de avião!

Bom dia pessoas,  esta semana fui para Chile com minha filhota, claro que muitas viagem TEM que ser de avião, mas, pensem...como as Companhias Aéreas são todas iguais nos descasos com os passageiros. Sei de algumas que agora cobrar por tudo o que vc consome (quando digo consumir, me refiro ao lanche), bom:  Ida - Horário certo, avião grande, TV em todas as poltronas, bagagens rápidas. Volta: atraso, de mais de meia hora na partida, avião pequeno, sem tv, é porque as tvs eram daquelas que cai para um grupo de passageiros, mais de da metade do avião ficou sem tv. Reclamei, veio um comissário um um ganchinho, tentou puxar, não conseguiu ficamos sem tv. Turbulência pesada de quarenta minutos e gente sem nada pra distrair as idéias. Lanche da ida, preferi pizza, estava boa, volta preferi sanduíche, o pão estava duro. Só me veio na cabeça uma idéia pra isso, Ida, vai bonitinho, vai passear e vai se quiser. volta, tem que voltar pro seu País nénão? Então fio, dane-se, a gente tem que voltar mesmo!

3 comentários:

Anônimo disse...

PRESENTE DOLOROSO
“...tenho por certo que os sofrimentos do tempo presente não podem ser comparados com a glória a ser revelada em nós.”
Rm 8.18

A caminhada do cristão é uma marcha por estradas crivadas de espinhos. O caminho rumo à glória é estreito e a porta é apertada. Temos um presente doloroso, porém, um futuro glorioso. Paulo escreve: “Porque a nossa leve e momentânea tribulação produz para nós eterno peso de glória, acima de toda comparação”. Aqui, nossos olhos ficam empapuçados de lágrimas e nosso corpo geme sob o castigo da dor.

Aqui enfrentamos ondas encapeladas, rios caudalosos e atravessamos fornalhas ardentes. Aqui sofremos, choramos e sangramos. Porém, em comparação com a glória por vir, a ser revelada em nós, nossas tribulações são leves e passageiras. O presente é doloroso, mas o futuro é glorioso. Nosso destino final não é um corpo caquético, mas um corpo de glória.

Nossa jornada não termina num túmulo gelado, mas na Jerusalém celeste. Nosso fim não é a morte, mas a vida eterna. O nosso futuro de glória deve encorajar-nos a enfrentar, com alegria, a nossa presente tribulação. O que seremos deve nos encher de esperança para lidarmos com as limitações de quem somos. Vivemos na dimensão da eternidade!

Deus, ajuda-me a colocar meus olhos na eternidade que tu tens preparada aos que te amam. A expectativa da glória futura renova minhas esperanças no presente. Em nome de Jesus. Amém.

Izabel Talarico disse...

Hiii sera que passarei por isso, je pense qu non heheh depois te digo? Mais na ida teve a comissaria aue me atendeu, sempre trazia a agua que eu pedia, deve ser do banheiro pois quando passou com mineral pedi duas a mulher so deu uma e disse sorri , entendi que nao podia? Quase mandei a pra aquele lugar a comissaria feia mais parecia uma mulher de 50 anos hehehe claro que eu nao sou feia com meus suassante doux ans

Graziella disse...

Tia você é muito engraçada.. Adorei o post. beijos te amo