quarta-feira, 21 de janeiro de 2009

Carta à minha filha

Oi filha,
Em primeiro lugar quero te pedir desculpas por ser tão prepotente como diz a Sonia, (Seieque se eu estiver por perto tudo que tiver que acontecer, acontecerá.), mas eu pretensiosamente acho que não! Portanto quero ser onipresente e onipotente. (Sou a Dona do mundo) mais precisamente de voce não è? Tiro de voce toda a liberdade e seu gosto de viver, consequentemente acho mesmo que tiro sua felicidade
. (felicidade!) mas o que é felicidade? pra mim é prende-la, é querer te-la sempre por perto, é abraça-la, é não deixar voce sair é não confiar na sua inteligencia de resolver seus problemas sem que eu esteja por perto, emfim felicidade pra mim é sufoca-la, é não deixar voce viver. Que coisa louca é essa minha filha, se essa vida foi dada por Deus a voce atravéz de nossas pessoas, que direito tenho eu de assim sem a menor cerimonia cortar de voce tudo o que de bom a vida pode te proporcionar?
Filha depois de quaze 24 anos metendo os pés pelas mãos, resolvi procurar ajuda ._Será que é tarde?, espero sinceramente que não. Vc já sofreu tanto! Que bom que voce também está se cuidando, voce sodrerá bem menos que eu. assim eu desejo ardentemente.
Quantas veses fiz coisas inacreditáveis e te carreguei junto> Que culpa imensa sinto disso minha querida. Filha tenho uma coisa pra confessar , não é só culpa que sinto, tenho também um sentimento muito feio, sinto-me ressentida quando você nas poucas vezes que se rebela, acho que não pode me largar assim falando sozinha e sair, fico danada da vida (Isso eu acho).
Filha sonho com muita frequência que te perdi (morreu ou sumiu), é tão desesperador! Sei que não é desculpa mas talvez por isso te prendo tanto! Quem sabe "Freud" explique.
Não te peço perdão, sempre achei uma palavra estranha, tipo assim, você faz o que quer e vem com carinha mais linda e inocente do mundo. "Perdão!", perdão aos que gostão da palavra perdão, da palavra tá! porque o sentimento é outro departamento.
Filha amada, quero te dar vida no verdadeiro sentido da palavra, sei que erro e erro muito, estou cansada de viver assim, preciso mudar, vou mudar, para que nós duas possamos ser felizes, eu te prometo me cuidar para ficar bem. Este é meu dever de mãe e meu presente para você. Te amo, filha. Beijos ~mamãe.

2 comentários:

Izabel disse...

É, minha irmã o crescimento (que eu chamo de evolução) vem, vem porque todos sem exceção somos feito para um dias nos tornamos seres perfeito, não se preocupe com a perfeição pois não para essa encarnação, não é neste planeta terra. Que bom que sempre podemos recomeçar de onde paramos, essa é a bondade, a misericordio de um ser tão precioso Deus. te amo

Graziella disse...

Que coisa linda Tia !! Amo tanto vocês!! Sinto tanta falta de todo mundo!! Fiquem com Deus e que Ele continua iluminando nossos caminhos com a sabedoria !!