sexta-feira, 11 de setembro de 2009

Só para que vcs entendam.

Porque desde pequenota sou a mais preocupada, mais doidinha, mais neurótica eu não sei! mas... sei porque continuo neurótica. Não culpo ninguém do meu convívio com essas angustias, mas sofro horrores por todos eles, sofro eu sei, sem necessidade, pois o futuro pertence a Deus e passado já era ?
Existem episódios que nos deixam por terra de tão angustiante (Se bem que Deus nos dá sempre forças e estamos em constante oração.)
Uma de minhas filhas adoeceu sendo submetida a tratamento agressivo, pois precisou trocar de antibiotótico três vezes, ou seja tomou o dito remédio por mais de 20 dias sendo que o último foi dose cavalar, já que a mocinha realmente estava muito doentinha.
Era natural que se sentisse muito incomodada, pois comia pouquíssimo, dormia mal e sentia bastante medo (acreditem se quiserem! ela é neurótica também!) e uma das coisas que mais tem medo é de morrer de falta ar (ela tem asma e bronquite).
A noite passada foi de pesadelo, pois lá pelas 3 da manhã, minha filha acordou com falta de ar e fez uso de sua "bombinha", que todos sabemos está para salva-la de uma parada respiratória, só que não sei se por estar fragilizada, ou talvez por efeitos colaterais de tantos remédios, ela ficou com mais medo de ter tomado do que tranquila. Então ela decidiu que ia morrer (sério!), acometida de uma crise de panico, levantou correndo e, catapimba!! caiu feito um abacate maduro, acordei nosso anjo da guarda, sim! esse dorme! tadinho, como sofre esse meu marido, só tem mulher maluca pra cuidar. A pressão ou energia dela tinha caído e a danadinha, DESMAIOU", foi um Deus nos acuda.
Agora me digam, como não ser neurótica? Agora até faço piada, mas na hora, só Por Deus, mesmo.

Um comentário:

Izabel disse...

Tais tirando de letra, né e mais até faz piada depois claro né. Quando a Ana, entre um desmaio e outro ela vai se curar é ter paciencia, confiança e fazer a parte de cada um e orar muito para os invisíveis. Beijos