terça-feira, 24 de novembro de 2009

PAUSA PARA REFLEXAO

Hoje estou dando uma pausa nos meus escrito, pois à bastante tempo, tenho tentato escrever e não consigo, acho que não estou num bom momento de minha vida e, não quero colocar num lugar público, todas as minhas dores. As pessoas não merecem e eu não tenho o direito de vir a publico chorar as pitangas.
Percebo que que se continuar, começarei a falar coisas que não devo e também mesmo que não queira vou expor a minha familia, pois é disso que fala meu blog, das neuras de mãe, dos acotecimentos ao longo de minha vida, e tudo envolve meus familiares.
Vou cuidar de mim, tentar fazer um curso que à tempos tenho vontade de fazer e quando a coisas ficar muito feia, vou mesmo é limpar minha casa, quem sabe assim tiro de dentro do coração e da alma, "poeirinhas" que me fazem sentir muita falta de ar. Só por hoje e por esse momento vou me dar o direito de dizer que estou profundamente triste e não sei o que fazer para mudar isso. Então por enquando me despeço desejando a todos que nestes meses me leram, um grande abraço e Deus Abençõe a todos. beijos e obrigado.

3 comentários:

Anônimo disse...

Nós nos entendíamos, mas de repente...

Uma perda somente pode ser entendida como tal se aquilo que se deixa de ter é caro e valioso.

Você deseja, nesta altura da vida, muitas coisas que ainda não vieram às suas mãos. Coisas boas e desejadas, mas que não fazem "essa falta toda" porque ainda não foram efetivamente desfrutadas.

Brasília, ou Belo Horizonte, não têm praias marítimas mas, mesmo assim, possuem seu encanto. Agora calcule se Copacabana ou Ipanema se desvanecessem numa noite dessas... Como ficaria o Rio?

Você passa anos sem carro, e se vira muito bem de ônibus e metrô. Um dia compra um carro, passa meses no conforto e no ar condicionado. Se vier a ser roubado, que tremenda falta o carro faria!

Mas mais dolorida que uma perda material é o descaso daqueles que pensávamos ser nossos amigos "do peito".

Isso não indica que devemos nos afastar dos outros, ou prezar somente parentes, mas a verdade é que o único que jamais nos abandonará chama-se DEUS, e essa é uma AMIZADE FUNDAMENTAL para o sucesso dos outros relacionamentos que temos.

A união com Deus nos dá forças para seguir em frente, esquecer a mágoa, perdoar e ser feliz.

"Lembra-te dessas coisas... és meu servo... não me esquecerei de ti." Isaías 44:21

Anônimo disse...

Carta aberta à mulher brasileira e outras pelo mundo

Nossa realidade é formada na maioria por pessoas fracas, mal esclarecidas, que agem sem pensar ou por rebeldia e falta de sabedoria para se viver. Gente mais preocupada com a opinião da população do que consigo mesmas, que sofrem conseqüências que mesmo que não sejam vistas agora, resultam em destruição de caráter, ruínas psicológicas, ruínas na alma e morte espiritual. Palavras como vulgaridade, inversão de valores, incoerência, seja ideológica e de opinião, conseqüências ruins, infelicidade entre outras que deveriam ser pensadas mais seriamente, estão sendo apagadas das mentes adormecidas. Os corações anestesiados, os melhores sentimentos amortecidos são substituídos pelas atitudes mais imprevisíveis e perversas trazendo prejuízos pessoais, desgosto e infelicidade. Mas tudo isso começa dentro de cada ser humano, quando este escolhe o que é pior para si e põe para fora através de atitudes o que tem de pior interiormente contaminando e influenciando as pessoas mais vulneráveis a sua volta. É o pecado, que só traz maldição, a natureza caída e afastada de Deus.

Mas quem tem maior culpa? A mídia? A sociedade? A responsabilidade é pessoal? Por um lado a mídia rebaixa a mulher, usa como um objeto descartável, ilude quem se sente mal amada, atiça a que se orgulha de si mesma, incentiva o uso de seu corpo como forma de reconhecimento e de chamar a atenção com a falsa promessa de ser amada, valorizada ou admirada. Mas o resultado é inverso quando a falta de valor próprio, respeito pessoal e firmeza de caráter geram desrespeito, menosprezo, angústia e por fim abandono. Por outro lado uma sociedade que não questiona os inimigos ocultos na mídia, se entrega a qualquer onda que aparece, experimenta o lixo na arte, na música, no consumismo diário etc. Essas atitudes acontecem individualmente, mas também socialmente, como fumar, usar drogas ou beber socialmente apenas, mas a saúde se arrebenta mesmo é individualmente. E o que dizer da “revolução, liberação sexual” (que na verdade é uma degradação)? O conceito do sexo moderno está produzindo mulheres mais felizes e realizadas ou homens mais satisfeitos e todos abençoados? Desafio a qualquer pessoa em qualquer parte do mundo me dizer que sim. E provando eu me calo e rasgo a fonte de verdade que leva a afirmar isto; a palavra de Deus. A palavra da verdade.

No momento em que escrevo isso, tenho a felicidade de ter em mãos e poder ler um livro chamado “O porquê do hímen - Um grande mistério sexual revelado” de Shelia Cooley. O título é a começar interessante, aguça a curiosidade e pra quem tem o hábito de pensar sem antes se levar pela opinião da maioria, esse tema com certeza é acima de tudo necessário, e muito mais em nossos dias de decadência humana em vários aspectos. Dias esses em que o amor ao próximo se esfriando tem feito aumentar a violência, a corrupção moral, o desrespeito as pessoas de toda e qualquer idade por parte de seus semelhantes, muitas vezes sem motivos e por simples instinto humano. Mas há uma saída para a mulher que não quer ser cobaia da sociedade, um caminho para quem não quer cometer suicídio e nem se destruir seja na alma ou desgraçadamente em seu corpo, seja lentamente ou de uma vez. A saída é se valorizar e ter opinião própria. Mas opinião firmada na palavra de Deus.

Por isso, mulher, se dê ao respeito. Se dê o valor real e não ao valor corrompido da sociedade. Desconfie, denuncie e se preciso boicote a mídia. Pense, ame a você mesmo, de corpo, alma e espírito. Não entregue seu corpo para ser objeto, mas sua vida a Deus. Rejeite qualquer pessoa que queira apenas seu corpo e momentos de prazer, pois esse não te ama, nem te amará. Casada, ame seu marido. Solteira, guarde-se para o seu. Não se entregue ao prazer apenas, pois ele passa, mas a conseqüência da maldição fica. Ame a Deus e ao próximo como a ti mesma.

Izabel disse...

Sua bruaca, eu digo que podemos e devemos, recuar, ou melhor dar uma pausa, pois isso quer dizer que estamos necessitando de recompor nosso organismo, nosso espírito. fortalecendo. para depois ressurgirmos bem forte e com disposição. Isso faz parte da vida. Jesus quando percebia que não adiantava continuar falando ele se retirava e deixava os apóstolos a refletirem. Daí na hora certa dizia, dava o exemplo. Descanse minha amada e descubra novos talentos que estão todos dentro de ti. a espera da oportunidade. Beijos te amo.