sábado, 19 de dezembro de 2009

Mais lembranças

Ainda no terreno das lembranças existem algumas tristes e bota triste nisso, que nem tenho coragem de confessar, outras tantas , deliciosas e conforme a gente vai escrevendo vai lembrando da infância , adolecencia, primeiras paqueras e tudo mais. Hoje me veio a lembrança de uma tia minha, já falecida( Que Deus à tenha), era parideira! parecia uma coelha, e todas as vezes que ia dar à luz, reuníamos, aquele bando de pentelhos a esperar o novo rebento, aquilo pra nós era uma festa. Mas o que era engraçado mesmo, é que pensávamos que a Parteira trazia o bebe dentro de uma sacola de feira, então todos dávamos um jeito de bisbilhotar a tal sacola pra ver o bebezinho novo (nunca tinha nada, mas sempre que bebe nascia, tínhamos certeza que ele viera naquela sacola), nem mesmo me lembro de quando deixei de acreditar nisso, mas a lembrança é tão forte e tão gostosa!

Um comentário:

Izabel disse...

Interessante que é lendo tuas lembrança da para se notar que realmente somos espíritos único. Pois essa não é uma lembrança que eu me lembre (nossa que redundância). Ela é só sua. Nem me lembro se um dia eu acreditei em cegonha.Mas é legal ler suas lembrança, muito bom beijos.