segunda-feira, 1 de junho de 2009

Pérolas dos pequechos

Outro dia fui assaltada por lembranças gostosas de minha infancia, entre elas coisas que crianças nas suas verdades disseram, umas por não saberem ainda falar direitos outras por sentirem e colocarem para fora da maneira mais inocente do mundo.
Lembro de uma menininha que se sentiu incomodada quando a apertaram, ela soltou essa: _Ai! minha biligua menina fedelenta.!
Meu filho mais velho pequenininho ainda brincava com seu amiguinho , quando este falou: _Olha Leandro, o buaco no que o outro respondeu: _ Não é buaco Beto, é buiaco
Mais recente tivemos verdadeiras pérolas: Uma afilhadinha de minha filha queria muito usar barba como seu pai e também cuecas, quando lhe foi dito que meninas não usam barba nem cuecas ela tranquilamente respondeu:_ Tudo bem, já superei isso!( detalhe a menina só tinha dois anos e meio.)
Minha filha brincava com a enteadinha de meu filho quando lhe contou que sua amiguinha tinha chorado, ela pensou, pensou e... "_Oxi chorou porque? _ Ora! vai ver que ela estava carente! ela não tem mãe! Então a menina respondeu: Oxi, puxa, chorar só porque não tem mãe? _ Mãe é chata!
Essa mesma filha, que vocês perceberão, que seu esporte favorito é brincar com crianças!, jogava com meu sobrinho neto quando ele ficou estressadissimo. _ Respira fundo Davi!, respirando ruidosamente ele lhe disse "Eu te amo" no que ela respondeu: _ Que legal, quer que seja sua mãe? _ Não!, não? porque Davi? _ Porque, mãe é muito chata.
Outra pequena cuja mãe está prestes a ter o segunda filha, ouviu essa: _Papai vai ser o Rei, eu vou ser a Princesa, minha irmã vai ser a Rainha e, você mamãe, vai ser a Bruxa!
A pequena vizinha se sentindo ameaçada, pois a convidei à morar comigo, ela mais que rapidamente: _ Não, eu mijo!

4 comentários:

Izabel disse...

MINHA QUERIDA, NÃO FIQUE TRISTE, embora as vezes a tristeza, seja melancolia que é a saudade que nosso espírito sente, de seu verdadeiro lar. Mas não se avexe do mesmo jeito que ele sente saudades, ele é esperto e sabe que não pode só viver de saudades e logo se recompoem, para dar continuidade a sua vida nesta cidade, que a terra. bjs amada.Ou quem sabe voce está sem problemas para ser resolvido por voce, então está se sentindo vazia.

Anônimo disse...

Sexta-feira, 5 de Junho, 2009

VERSÍCULO:
"Eu não vim chamar justos, mas pecadores ao arrependimento".
-- Lucas 5:32

PENSAMENTO:
Em Cafarnaum Jesus não encontrou uma multidão de seguidores
fiéis. Ele não foi àquela cidade cheia de gentios e soldados
Romanos esperando uma onda de reavivamento. Ao contrário, mais
tarde Jesus condenou Cafarnaum pela sua falta de fé. Até Sodoma,
ele disse, será tratada com menos rigor no dia do julgamento. Jesus
começou seu ministério em Cafarnaum e voltou várias vezes para lá.
Entretanto, não foi porque o povo de lá era tão espiritual. Jesus
começou lá e voltou tantas vezes, justamente porque não o eram.
Jesus é assim. Quanto mais você precisa dele, mais ele lhe procura.
Não é incrível este amor que ele tem por pecadores - pessoas como
eu e você?

ORAÇÃO:
Pai Santo, santo é o que eu não sou. Nunca fui. Mas, o Senhor
está me santificando e me transformando por meio de Jesus. Eu não
sei como funciona, mas, já vi os frutos. Já notei a mudança em mim
mesmo. Estou bem longe ainda, mas, confio em Jesus que ele irá
completar esta obra em mim - até aquele dia. Obrigado, Pai, do
fundo do meu coração. Em nome de Jesus eu agradeço. Amém.

Anônimo disse...

A Bíblia afirma que ressentimento causa ruína pelos seguintes motivos:

. É irracional. Abrigar ressentimento não muda o passado nem corrige o problema, mas nos leva a agir de maneira tola. “O ressentimento mata o insensato, e a inveja destrói o tolo” (Jó 5.2).

. É inútil. Ressentimento fere mais a nós do que quem nos feriu. Sentimo-nos miseráveis enquanto ele sequer é afetado! “Você está apenas ferindo a si mesmo com sua ira…” (Jó 18.4).

. É doentio. Médicos dizem que ressentimento não é saudável e pode literalmente nos envenenar.“Um homem morre em pleno vigor, quando se sentia bem e seguro… Já outro morre tendo a alma amargurada” (Jó 21.23-25).

Se tudo isso for verdadeiro, então permanece uma pergunta importante: Como devemos lidar com a ofensa?

1. Revelando nossa dor. Admitir que estamos feridos a alguém em quem confiamos e falar com Deus sobre nossa dor. Não reprimir a dor, mas confessá-la! Se engolirmos a ira nosso estômago vai acusar. Costumo dizer:“Revelar sentimentos é o princípio da cura”.

2. Liberando nosso ofensor. Deixá-lo ir e perdoá-lo para nossa própria paz de espírito. Enquanto não perdoarmos nosso ofensor, quer ele peça ou não, não deixaremos de sofrer. Lembremo-nos do quanto DEUS nos tem perdoado e confiemos Nele para acertar as coisas.

3. Mudando o foco de nossa vida. Enquanto nos concentrarmos em alguém que odiamos estaremos permitindo que ele nos controle. Quando dizemos: “Ele me deixa furioso”, estamos admitindo que ele tem o controle de nossas emoções. Não resistamos ao ressentimento. É preciso substituí-lo por outro pensamento.

Lembre-se: Você pode ter apenas um pensamento de cada vez e você é responsável por ele!

Que o Espírito Santo nos ajude !

Abs e até a próxima semana!

Reynaldo Galeskas, é um dos mantenedores do Colégio Edificando, Diretor

do Conselho de Pastores de São Paulo zona ( norte e centro)de São Paulo, e membro da

Igreja Bíblica Aliança.

Dica da Semana é uma edição semanal, interdenominacional,com o propósito de compartilhar Jesus Cristo com a comunidade profissional e empresarial.

Indique a Dica da Semana para um amigo através do e-mail galeskas@uol.com.br

Ou acesse o blog: http://adicadasemana.wordpress.com e faça seu comentário.

Rê, Nani ou Regiane disse...

hahahaha crianças são sempre o máximo!!! ameeeeeei No
beijocas