quinta-feira, 26 de janeiro de 2012

Ontem

Ontem foi aniversário de São Paulo, como muito de vcs devem saber. Meu marido e eu acordamos um pouco mais tarde, isso foi incrível porque ele acorda todos os dias entre 5 e 6 horas, e o que é mais legal, acorda com um pique total, sempre sorrindo, parece que a vida para ele é sempre uma celebração. Enfim, resolvemos sair para passear um pouco, onde vamos pergunto eu, não sei responde ele, decidimos ir à Paranapiacaba. É uma vila ferroviária , do vizinho Município de Santo André. Foi uma tarde super gostosa, fomos ao Museu da Ferrovia, as casinhas são todas de madeira e datam do século 18 e 19. É uma vila serrana e por isso tem bastante neblina, e é um pouco fria. Ontem estava um dia atípico, fazia bastante calor e tinha sol. Descemos as ladeiras em paralelepípedos (difícil isso?) um tropeção e você rola ladeira abaixo, ainda mais que somos roliços né? (era uma alternativa rs). Tomamos sorvete, bebemos água de coco e fomos almoçar uma comidinha bem caseira. Acreditem se quiserem, almoçamos com 30 reais! Onde, onde? se almoça com esse valor?
A Vila funciona assim: As pessoas vão, ficam em pousadas e durante o dia saem para passeios monitorados em trilhas e Cachoeiras. Ainda quero ir para fazer um passeio em alguma cachoeira. Ah, sim! na própria vila tem bastante bicas de água potável, fresquinha, fresquinha!
No fim da tarde escureceu, o tempo fechou, sorte que já estávamos no fim de nosso passeio.
É muito bom sair com meu marido, ele não é chato, irritado ou pão duro (isso é ótimo rs)
Quero aproveitar muito a companhia dele, sair sempre que possível, como ele sempre diz que, precisamos nos amar sempre porque agora somos só nós dois pois nossos meninos tem suas vidas, seus próprios interesses e sua própria realidade. Serão para sempre nossos amados filhos, mas , essa é a ordem natural das coisas.

3 comentários:

Izabel Talarico disse...

Que maravilha! minha irmã aproveitem, curtam se agora é a hora de voces, sem os compromissos financeiros com os filhos. Todos encaminhado. São Tem tanta coisa linda. né. Beijos

Heliane disse...

Que passeio delicioso.
Viajei contigo em seu relato e concordo contigo.Quando ficamos sozinhos, sem os filhos por perto, temos que nos unir cada vez mais.Eu ainda estou com uma filha morando comigo, mas vai se mudar daqui há uns quatro meses e meu coração de mãe tem dado trabalho.As vezes choro só ao pensar na sua saída, mas sei que ela tem que seguir seu caminho...
Enquanto isso vou curtindo sua presença da melhor maneira possível
bom final de semana
beijos
heli

Anônimo disse...

http://estilo.uol.com.br/comportamento/ultimas-noticias/2012/02/15/sindrome-do-ninho-vazio-aparece-quando-filhos-saem-de-casa-saiba-lidar-com-o-problema.htm