terça-feira, 3 de março de 2009

Amar é...

Ela ligara para ele na noite anterior, sem receber resposta e nem retorno, notou que à muito tempo isso vinha ocorrendo, ligou então mais tarde e perguntou o porque desta atitude estar se tornando um hábito. _ Ele respondeu calmamente: ! eu só não te atendi porque sabia que você ligaria de novo! Então a tristeza que a muito já se instalara em seu coração se afastou um pouquinho dando um lugarzinho para revolta. _ Mas o que é isso, caramba! até quando você vai se deixar humilhar desta forma? _ Porque você é mãe? _Mas o que isso tem a ver?, Sim ele nascera de sua barriga, ela o amava muito, muito mesmo, porém esse fato não lhe dava o direito de humilha-la constantemente. Não era possível ser tratada de tal forma, sempre pedindo um pouquinho que fosse de sua atenção, inventando mil desculpas para trocar uma só palavrinha que fosse
Ela não entendia o que fizera de errado! Não! ela não entendia, até porque seus outros filhos a tratavam com carinho e amor. Será que ela o preterira? Não! , podia ter errado aqui ou alí, afinal era humana.
Muito cansada, cedera as lágrimas, lágrimas que à muito guardava em seu coração. Sempre desculpando as atitudes egoísta dele.
Adormeceu com o coração vazio, aquele vazio imenso que dá quando choramos muito. Acordou com a certeza de que também acordara de um sonho ruim. Ela iria tomar uma atitude: Ela iria viver!, pois à muito se deixara morrer cada dia um pouquinho por causa desse amor. Percebeu então que não o preterira, deixara sim, muito a desejar com seus outros filhos por causa desse amor. Descobriu então que ele não se deixava amar, ele preferia assim, se sentia incomodado com essas preocupações essa entrega. _ Ele não precisava disso.
Ela então decidiu respeitar seus limites, continuaria amando-o pois fazia parte de seu ser, deixaria que ele a procurasse quando sentisse necessidade. Ela o acolheria de braços aberto, porém saberia que de agora em diante iria exigir respeito pelo seu amor.

4 comentários:

Anônimo disse...

Terça-feira, 3 de Março, 2009

VERSÍCULO:
Quando os outros dez ouviram essas coisas, ficaram indignados
com Tiago e João. Jesus os chamou e disse: "Vocês sabem que aqueles
que são considerados governantes das nações as dominam, e as
pessoas importantes exercem poder sobre elas. Não será assim entre
vocês. Ao contrário, quem quiser tornar-se importante entre vocês
deverá ser servo; e quem quiser ser o primeiro deverá ser escravo
de todos."
-- Marcos 10:41-44

PENSAMENTO:
Buscar grandeza é algo natural no homem. Querer se destacar faz
parte do nosso DNA emocional. Jesus não nega este desejo. Ele
apenas aponta para um caminho onde menos imaginamos encontrar
grandeza - o caminho de submissão e serviço. É servindo aos outros
que se torna grande no Reino. Este serviço não se limita a cultos
de oração e momentos de louvor. De fato, lá onde mais parecemos
espirituais, é que menos o somos. Às vezes, estamos apenas vestindo
um costume e agindo por dentro dele. Recebemos muito benefício e
nos sentimos bem espirituais. Mas, de fato estamos servindo muito
pouco. É fácil servir em momentos "espirituais" assim. Difícil é
ser espiritual com pano de chão e vassoura, em visita ao hospital
do câncer, ou limpando o quintal de uma viúva. É difícil servir no
momento espontâneo que o Senhor joga em nosso caminho, quando não
temos tempo e estamos com tudo pronto para servir de outra forma
mais "espiritual". Se você quer servir a Jesus, você tem que
aprender a deixar Ele decidir onde e quando e como Ele quer usar
seu serviço. Ser "escravo de todos" significa abrir mão de decidir
com quem, quando e como vai servir. Isso não é nada fácil. Estás
pronto para isto?

ORAÇÃO:
Querido Pai, ensine-nos a amar o serviço que Jesus amou, longe
de conforto e reconhecimento. Ajude-nos a despertar para as
oportunidades de servir que o Senhor coloca diante de nós quando
menos esperamos. Seu filho foi o melhor exemplo vivo disso.
Queremos ser como Ele. Em nome de Jesus oramos. Amém.

Andréia Szcypula disse...

É isso aí mãe!

Izabel disse...

Diga para a tua mortadela que liberte, acorde o tico, sei que está muito quente, mas pera aí! escreva mais hehehe, sei que comentários longos é chato, mas tb não exagere né.

É isso aí mana!

Recado para a mortadela, eu postei no blog dela como anônimo não é para eu me esconder, é que não consegui postar, deu algum problema na verificação da palavra. bjs

Izabel disse...

Mandei pra ti uma mensagem por e-mail, depois nos falamos melhor, bjs te amo